“Se as denúncias procederem, serão afastados definitivamente”, declarou Caiado sobre os seis oficiais do Corpo de Bombeiros acusados de fraude

“Se as denúncias procederem, eles serão afastados definitivamente”. A declaração é do governador Ronaldo Caiado, feita nesta sexta-feira, 22, durante entrevista concedida ao radiojornal O Mundo em Sua Casa, a respeito do comandante geral do Corpo de Bombeiros de Goiás (CBMGO), coronel Dewilson Adelino Mateus, e mais cinco militares citados em denúncia da Operação Desconformidade do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de Goiás (MP-GO).

Eles são acusados de participar de suposto esquema criminoso de fraude no serviço de certificação do Corpo de Bombeiros. Os oficiais envolvidos foram afastados temporariamente, até que as investigações sejam concluídas. O programa O Mundo em sua Casa, das rádios Brasil Central AM e RBC FM, foi apresentado por Gil Bonfim e Paulo Henrique Santos, e contou com a participação do advogado Luciano Almeida.

Segurança pública

Caiado disse que o Estado hoje é referência na área de Segurança Pública. “O motivo é que acredito na profissionalização e na especialização cada vez maior dos servidores, cada um na sua área. Na Segurança Pública isso é fundamental”, disse. Ele admitiu que o número de policiais civis e militares em Goiás é distante do ideal. Por isso, é preciso capacitá-los, para que o uso da inteligência e da integração das polícias garantam resultados melhores no combate à criminalidade.

Conforme o governador, os dados apresentados por Goiás na área de Segurança Pública são destaque no cenário nacional. Já foram desbaratadas mais de 170 quadrilhas e apreendidas mais de 50 toneladas de drogas. O chamado “Novo Cangaço” foi combatido e essas quadrilhas foram debeladas no Estado, antes que novas explosões de caixas de bancos acontecessem. As polícias estão recebendo aparelhos e instrumentos. Ele citou também as vistorias nos presídios como forma de combater as ações criminosas oriundas de dentro das penitenciárias.

Fundo de Cultura

O governador falou ainda sobre o pagamento do Fundo de Arte e Cultura. Ele anunciou que serão quitados R$ 30,5 milhões de projetos do Fundo, de editais que estavam atrasados. O repasse será feito, na presença do secretário da Cultura Edival Lourenço, em evento que ele espera ser realizado na próxima terça-feira, 26. “Na crise que enfrentamos, talvez esse seja o maior repasse na área de Cultura feita pelo Estado”, ressaltou.

Foto: Lucas Diener

ABC Digital

Tv Brasil Central. Rua SC-01, nº 299, Parque Santa Cruz, Goiânia - GO CEP: 74.860-270 Fone: (62)3201-7600

©Copyright 2016. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Agência Brasil Central.